Publicado em 5 comentários

Como somos muito + que 21

Dia 21 de março é certamente um marco para a visibilidade da pessoa com Síndrome de Down, mas que as chances de crescimento se estendam para além deste dia.

O dia foi ontem, mas como somos muito + que 21, o cromossomo 21 estampa,  mas não espanta a luta pela inclusão social.

O cromossomo 21 revela o que aos poucos o mundo se permite enxergar.

Hoje é dia 22 e poderia ser 2, 3 ou 4, o fato é que o muito ou pouco caso, que alguns fazem da importância da inclusão é nosso combustível para prosseguir com esse marco.

O acaso me faz sair um tanto do formato SEO, porque a história que brota é mais forte do que a regra do Google.

A princípio ontem foi e hoje não é mais o dia.

Que dia?

Dia da consciência do cromossomo 21, ou seja, da Síndrome de Down.

Sair do 3×4, o retrato de quem são e como agem os portadores de diferenças é a razão desse post, além da inquietação das palavras.

Mas quem são?

Gente como a gente, uai!

Gente que ainda precisa que marquemos um dia do ano para acentuarmos o olhar, visto que ainda estamos no início da estrada do reconhecimento das suas capacitações.

Uma vez que ainda não os enxergamos como pares, mas sim como ímpares, diferentes, “café com leite” ou coisas assim…

Com certeza a grande maioria ainda os vê como crianças, mesmo que já apresentem rugas profundas e mãos já envelhecidas pela passagem dos anos.

Mas afinal, quem são os muito + que 21 ?

De certo desandamos, retornamos e novamente voltamos a repetir: gente como a gente, uai!

Surpreendentemente humanos e, portanto, pessoas que erram, acertam, aprendem, inventam e, acima de tudo, muito fe-li-zes.

Felizes?

A régua da felicidade é a mesma para todos nós. Dessa forma, a felicidade se alcança em minutos de descuido, como já nos disse Guimarães Rosa.

Visto que a vida é composta por alegrias passageiras, assim como por adversidades rotineiras, deixemos os rótulos de lado e brindemos as singularidades de cada um.

Seja como for, a vida é fonte de crescimento, independentemente do cromossomo genético que a possa distinguir.

O progresso depende de oportunidade, assim como de atitude e vontade de crescer. O que importa mesmo são as ferramentas que nos disponibilizam para trabalhar.

Assim, dia 21 de março é certamente um marco para a visibilidade da pessoa com Síndrome de Down, mas que as chances de crescimento se estendam para além desta data.

5 comentários sobre “Como somos muito + que 21

  1. Lindo o texto e a visão! Vamos juntos sempre 🙂

  2. Muito lindo quando se olha o outro como um de nós, e é!
    Rico quem tem essa atitude. Nobre quem tem disponibilidade de Amor.
    Parabéns
    Todo meu respeito

  3. Lindo texto, me emocionei. Trabalho impecável da APOIE.

  4. Texto maravilhoso! Emocionante e cheio de respeito e amor como tem q ser entre todos!! Meus parabéns !!

    1. Parabéns a todos os envolvidos a esta nobre causa!
      E VIVAmos as diferenças!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *